• Catarina Gorgulho

UME na Istoé

Atualizado: 6 de Nov de 2020

Fintech foca em crédito para desbancarizados.


Edson Rossi

23/10/20 - 11h30


Com atuação B2B2C, a startup Ume opera com redes varejistas para beneficiar a legião de brasileiros chamada de desbancarizada. São cerca de 45 milhões de pessoas que movimentam mais de R$ 800 bilhões por ano, segundo dados do Instituto Locomotiva. Esse grupo ainda utiliza a compra offline como parte dominante de sua realidade. É para essa população que a Ume desenvolveu uma ferramenta capaz de fazer a análise de crédito em menos de 3 minutos, aprovando inclusive clientes negativados. Eles não precisam de cartão para fazer compras em redes parceiras, basta ter o celular em mãos. Trata-se de uma rede neural proprietária que cruza dados, dando ênfase ao comportamento do cidadão. “Nossa missão é melhorar a vida financeira das pessoas menos favorecidas”, diz Berthier Ribeiro, CEO da Ume. A fintech tem parcerias com as redes Bemol e Havan.

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo